Terço Bíblico

Como Rezar o Terço

Nesta proposta Bíblica de oração do Rosário, apresentamos um jeito bem simples e prático. Lembramos que cada mistério é precedido por orações preparatórias, que você encontra junto aos quatro mistérios e já na seqüência de serem rezadas.  Também, cada mistério do terço (dezena rezada) encerra-se com um esquema próprio, que colocamos na ordem de ser feito. Apenas deixamos separadas orações para serem feitas ao final do terço, que formam a terceira parte desse livrinho. Lá, você encontra várias possibilidades de concluir o terço. Use-as com muita liberdade e criatividade.
 Gostaríamos, também de apresentar algumas orientações práticas de como fazer bom uso dessa proposta de oração do santo terço, especialmente como vamos rezar sozinhos ou em comunidade.

Digamos que você vai rezar o quarto  mistério gozoso: Apresentação de Jesus no Templo. Primeiro, você deve apresentar a intenção geral do mistério a ser rezado. Depois, reza-se o Pai Nosso, pensando no significado geral dessa intenção, no caso de nosso exemplo, a apresentação do menino Jesus. A oração que está logo ao Pai Nosso, deve ser feita quando terminar o oração do Pai nosso.
Feito esse momento, antes de se rezar a primeira Ave-Maria, reza-se a citação bíblica referente à primeira Ave-Maria:
Quando se completaram os dias para a purificação deles, seguindo a Lei de        Moisés, levaram-nos a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor (Lc 2,22)
Ao se rezar cada Ave-maria, procure visualizar cada cena que citação bíblica sugere e medite seu significado.
Depois reze a segunda citação bíblica, meditando e visualizando sua cena. Siga esse método para cada uma das contas restantes das dezenas do Rosário

 O Rosário Bíblico também foi elaborado para ser rezado em forma de diálogo. Assim, uma pessoa reza a citação bíblica e a outra reza a Ave-Maria ou o Pai Nosso, que é também respondida em sua segunda parte pelo grupo.
Algumas orações também estão organizadas para serem feitas em grupos. O orientador do terço faz primeira parte, que está em itálico, e o povo reunido responde a parte final em coro.  A letra (R) antes da oração indica que deve tal parte deve ser rezado pelo grupo.
Essas divisões permitem que duas pessoas ou mais possam rezar o terço na mesma forma que se reza o Ângelus: O anjo do Senhor anunciou a Maria
 R: e ela concebeu pelo poder do Espírito Santo

Palavras do Papa

O Rosário transporta-nos misticamente para junto de Maria dedicada a acompanhar o crescimento humano de Cristo na casa de Nazaré. Isto permite-lhe educar-nos e plasmar-nos, com a mesma solicitude, até que Cristo esteja formado em nós plenamente (cf. Gal 4, 19) [...] Portanto, a mais perfeita de todas as devoções é incontestavelmente aquela que nos configura, une e consagra mais perfeitamente a Jesus Cristo. Ora, sendo Maria entre todas as criaturas a mais configurada a Jesus Cristo, daí se conclui que de todas as devoções, a que melhor consagra e configura uma alma a Nosso Senhor é a devoção a Maria, sua santa Mãe; e quanto mais uma alma for consagrada a Maria, tanto mais será a Jesus Cristo". Nunca como no Rosário o caminho de Cristo e o de Maria aparecem unidos tão profundamente. Maria só vive em Cristo e em função de Cristo!

O Rosário é um dos percursos tradicionais da oração cristã aplicada à contemplação do rosto de Cristo [...] Na verdade, o seu elemento mais característico - a repetição litânica do "Alegra-te, Maria"- torna-se também ele louvor incessante a Cristo, objetivo último do anúncio do Anjo e da saudação da mãe do Baptista: "Bendito o fruto do teu ventre" (Lc 1, 42). Diremos mais ainda: a repetição da Avé Maria constitui a urdidura sobre a qual se desenrola a contemplação dos mistérios; aquele Jesus que cada Avé Maria relembra é o mesmo que a sucessão dos mistérios propõe, uma e outra vez, como Filho de Deus e da Virgem Santíssima.  (Papa João Paulo II. Rosarium Virginis Maria. n. 15 e 18)
mente para junto de Maria dedicada a acompanhar o crescimento humano de Cristo na casa de Nazaré. Isto permite-lhe educar-nos e plasmar-nos, com a mesma solicitude, até que Cristo esteja formado em nós plenamente (cf. Gal 4, 19) [...] Portanto, a mais perfeita de todas as devoções é incontestavelmente aquela que nos configura, une e consagra mais perfeitamente a Jesus Cristo. Ora, sendo Maria entre todas as criaturas a mais configurada a Jesus Cristo, daí se conclui que de todas as devoções, a que melhor consagra e configura uma alma a Nosso Senhor é a devoção a Maria, sua santa Mãe; e quanto mais uma alma for consagrada a Maria, tanto mais será a Jesus Cristo". Nunca como no Rosário o caminho de Cristo e o de Maria aparecem unidos tão profundamente. Maria só vive em Cristo e em função de Cristo!